Posts Tagged ‘ futebol ’

OLIMPÍADAS: DIE SPORT… SIE IST OPIUM DES VOLKES? O ESPORTE É O ÓPIO DO POVO?

CIDADE OLÍMPICAO custo previsto para realização das Olimpíadas no Rio de Janeiro atingiu a quantia de R$38,2 milhões. Evidentemente que não podemos desconsiderar o ganho em termos de infraestrutura para a cidade, a divulgação da imagem do Brasil para o mundo com a atração de turistas e, como dizem os apaixonados pelo esporte, o ganho em termos de abertura de oportunidades para inúmeros jovens atletas que se esforçam para brilhar com uma uma medalha no peito. Mas também é fato que não podemos deixar de considerar o quanto o nosso País está preparado para um evento de tal magnitude e o que de fato ganhamos com isto tudo após concluída esta colossal empreitada. Se não, vejamos.
CRIME RIO IIAs últimas notícias informam que o Rio de Janeiro tem cerca de 16 assassinatos por dia! Será que colocar o exército nas ruas durante os jogos olímpicos irá resolver e vez o problema? E depois, quando todos forem embora, o que acontecerá? Tudo como dantes, no quartel de Abrantes, diz o dito popular, ou pior ainda do que antes?
ESCOLA RJAs escolas do Estado parecem andar em estado de calamidade pública. Segundo o Secretário de Educação, Antônio Neto, um mapeamento foi feito para identificar as escolas que possuem problema de falta de infraestrutura e 50 foram consideradas como unidades em péssimas condições. A fala de alguns alunos deixa bem clara esta condição:
“ “O problema da nossa escola é que ela está sem infraestrutura nenhuma. É um bebedouro para mais de mil alunos, não tem caneta para escrever nos quadros. O banheiro não tem papel higiênico para as meninas. Isso é inadmissível”.
“Fica todo mundo com a camisa levantada, morrendo com o calor. Não tem condições, gente, isso é desumano, é um direito nosso que está sendo descumprido”.
“Parece que a gente tá vivendo num chiqueiro e não numa escola”.
HOSPITAL RJNo final de 2015, o Sistema de Saúde do Estado d o Rio de Janeiro entrou em colapso. O Governador Pezão, em exercício na época, decretou estado de emergência, com o objetivo de acelerar a aplicação de recursos na área. Uma Liminar da Justiça do Trabalho determinou que fossem pagos no prazo de 48 horas os salários atrasados e a segunda parcela do 13° dos médicos. Enquanto isto, a população carente morria e morre nas filas em frente aos hospitais por falta de atendimento.
LINHA VERMELHAE por último, podemos citar a questão da mobilidade urbana. O Rio de Janeiro foi apontado como a terceira pior cidade em congestionamentos, entre as 146 metrópoles de 36 países avaliadas por uma empresa holandesa que desenvolve aplicativos para GPS.
Muitos outros problemas poderiam ser citados, mas o trauma é tão grande que prefiro parar por aqui. No entanto, enquanto estes desastres vêm acontecendo, uma imagem de beleza e tranquilidade é vendida para o mundo e uma multidão de desavisados fica na frente da telinha da Rede Globo e caminha para a moderníssima Cidade Olímpica para ver seus “heróis” conquistarem as medalhas, achando que assim, como em um passe de mágica, vamos melhorar a vida do nosso País!
Para aqueles que ainda pensam que meus comentários são de um leigo no assunto, vale a pena conferir o que dizem três renomados especialistas no assunto:
“Para um país como o Brasil, que tem carência social em muitas áreas, não parece ser racional usar o nosso dinheiro pra sediar uma Olimpíada”. (Pedro Trengrouse, especialista em Gestão, Marketing e Direito no Esporte da FGV, consultor da ONU para a Copa)
É preciso desmistificar essa ideia de que Jogos Olímpicos têm o poder de transformar a realidade de uma cidade. Sem o sacrifício do povo, é impossível fazer isso”. (Juan Jensen, ‎ economista da 4E Consultoria e Professor do Insper).
“Acho que a Olimpíada nunca é um bom negócio para praticamente nenhum país. Custa muito dinheiro e você acaba ficando com todas essas instalações esportivas de que você não precisa. O Brasil já teve essa experiência com a Copa, quando construiu um monte de estádios que não são usados, como Manaus e Natal.” (Simon Kuper – coautor do livro Soccernomics).
Die Religion…Sie ist das Opium des Volkes – a religião é o ópio do povo, dizia Karl Marx. No Brasil, temos que tomar muito cuidado por que o futebol e o esporte de uma maneira geral entraram fortemente na concorrência: Die Sport…Sie ist das Opium des Volkes – o esporte é o ópio do povo
Fontes: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/03/alunos-protestam-e-criticam-situacao-de-escolas-estaduais-do-rj.html
http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2015-12-23/em-colapso-sistema-de-saude-no-rio-vive-a-pior-crise-de-sua-historia.html

Anúncios

RACISMO E EXTREMISMOS ANIMALESCOS

racismo2Não sou racista e abomino radicalmente qualquer tipo de reação nesse sentido mas, absolutamente, não concordo com o extremismo fundamentalista que tomou conta das reações populares com relação ao caso da jovem Patricia Moreira, que chamou o goleiro aranha de macaco em uma partida recente entre o Santos e o Grêmio. Evidentemente que a jovem foi muito infeliz durante a manifestação, mas isso não justifica as atitudes extremadas de manifestantes xiitas e irracionais. Ela vem sofrendo ameaças e teve sua casa incendiada, que por sinal ela e os familiares tiveram que abandonar. Como bem disse Pelé: “Se eu fosse querer parar o jogo a cada vez que me chamassem de macaco ou crioulo, todos os jogos iriam parar. O torcedor grita mesmo”. Não podemos esquecer que foram atitudes animalescas como desses manifestantes que, recentemente, mataram a pauladas uma simples mãe de família no litoral paulista, confundida com uma mulher que roubava crianças. E pensar que somos o maior país católico do mundo…

A COPA DO MUNDO E AS MANIFESTAÇÕES POPULARES

COPASuponha que alguém apanhou seu dinheiro (e muito dinheiro) sem te pedir licença e resolva dar uma grande festa na casa dele com este dinheiro. Para a animar a festa, ele emprega artistas famosos pagando salários milionários, inimagináveis pelo trabalhador comum. Você está precisando muito deste dinheiro e, lógico, não concorda com a forma que ele será aplicado. Além de não ter tido opção de escolher se dava ou não o dinheiro, você tem uma série de necessidades urgentes a serem atendidas com ele. No entanto, indiferentemente às suas necessidades e aflições, este alguém divulga a festa de forma estrondosa na mídia e, descaradamente, convida você, outros prejudicados com o confisco do dinheiro e mais um monte de gente de fora para participar da festa. Sentindo-se lesado e sacaneado, você protesta, convoca pela internet outros prejudicados, faz manifestações nas ruas, bloqueia o trânsito, grita, usa faixas e alto-falantes com frases de efeito, incomoda os vizinhos e um monte de gente que não tem nada a ver com isto, mas os preparativos para a festa continuam, como se nada estivesse acontecendo. Passados alguns dias, iludido pelas propagandas ufanistas divulgadas pelos responsáveis pelo evento, você (é você mesmo), resignado e obnubilado, esquece de tudo, levanta de madrugada e se encaminha para alguns poucos guichês espalhados pela cidade,  enfrentando filas quilométricas para comprar ingressos caros para ir à grande festa promovida pelo dito cujo. No dia da grande festa, você, todo alegre, sorridente e entusiasmado, veste um uniforme de gala e, com uma bandeira na mão, vai para o evento!…

Sou brasileiro, amo meu País, não tenho nada essencialmente contra o futebol e os campeonatos mundiais, sou radicalmente contra manifestações violentas e depredações e acho mesmo que devemos receber bem quem vem de fora para nos visitar nestas ocasiões. No entanto, penso que o povo brasileiro precisa exercer de fato a sua cidadania e ser mais consciente e maduro na sua forma de protestar. Não adianta xingar o ladrão e depois curtir a festa feita por ele com o fruto do roubo, como se nada estivesse acontecendo. Quem tem ouvidos que ouça…

BOM DIA MINAS – MG TV OU BH TV? NOTÍCIAS DE MINAS OU ESPORTES E VARIEDADES?

TVEm busca de atualização diária, além de leitor assíduo de jornais impressos, sou também um expectador assíduo dos Jornais na TV, entre eles o Bom dia Minas – MG TV. O que percebo com clareza é que o Programa deveria mudar de nome, algo como Bom dia BH – BH TV. O que falta de notícias de conteúdo sério sobre o nosso rico Estado de Minas como um todo, transborda de notícias sobre BH, e o pior é que sobre variedades, tipo “Mais Você” da Ana Maria Braga – “Como fazer Rocambole” e sobre Esportes. O problema ainda é que o Jornal tem cerca de 45 minutos de duração e praticamente mais de um terço deste tempo é dedicado ao futebol, explorando a performance de galã de um repórter futebolístico e as respostas meio sem nexo ou ensaiadas de alguns jogadores. Enquanto isto notícias de peso ficam esquecidas. Parafraseando Carl Max, o esporte é ópio do brasileiro…É evidente que merece destaque o belo trabalho da simpática apresentadora Elisângela mas, sinceramente, creio que nós mineiros merecemos algo de maior qualidade em termos de conteúdo!

COPA DO MUNDO: PÃO E CIRCO???…

Assisti ontem ao jogo do Brasil X Chile: 3 a 0, excelente resultado! Parabéns para os nosso craques! É muito bom ver o Brasil brilhar no caminho do hexa! No entanto, não querendo ser  estraga prazeres, o que me preocupa é uma espécie de miopia coletiva que toma conta do povo brasileiro, induzido inocentemente pela mídia tendenciosa. Nossos problemas simplesmente desaparecem como num passe de mágica! Agora tudo é festa! A Rede Globo, como  sempre, é campeã neste tipo de estratégia maquiavélica! Começa pelo Bom dia Brasil e termina com o Jornal Nacional! O assunto é só futebol, futebol, futebol!… Mais nada! O carequinha Alex Escobar virou popstar! Até parece que o Dunga vai ser o presidente do Brasil e os jogadores ministros de estado! Onde estão a Marina, a Dilma e o Serra? Sumiram do pedaço??? Alguém ficou sabendo que a Câmara dos Deputados aprovou o fim do décimo-terceiro salário e a votação já foi para o Senado??? Observou que a calamidade do nordeste, com as chuvas descontroladas, ficou espremida no final do noticiário???

Na década de 70, quando era criança,vi o Brasil ser tricampeão e saí inocentemente pelas ruas  cantando “Pra frente Brasil, salve a seleção!…Parece que todo o Brasil deu a mão, todos ligados numa só emoção!”… Mal sabia eu que naquele exato momento muitos brasileiros, menos preocupados com o pão e o circo e comprometidos com o futuro da Pátria amada, encontravam-se nos porões do DOI-CODI sendo torturados…Vale a pena pensar!…

QUEBRA-QUEBRA NO FUTEBOL

Mais uma vez a selvageria toma conta dos torcedores e 21 ônibus são depredados em BH no final de semana, após jogos do Cruzeiro e do Atlético. O prejuízo médio estimado por veículo é de R$700,00, sem contar os problemas relacionados ao deficit de transporte no dia seguinte em função da redução do número de ônibus disponíveis. É interessante que os ignorantes trogloditas que tomam tal atitude não percebem que no final estão se prejudicando a si mesmo. Afinal quem mais depende de tranporte coletivo na cidade do que a Classe C, D ou E? Vem a pergunta que não quer se calar: Até quando os cartolas e a segurança pública vão admitir este campo de guerra???

Existe um ditado no meio organizacional de que o chefe é um espelho para o empregado, ou seja, o empregado se mira no comportamento do chefe para tomar suas atitudes. Este ditado se aplica perfeitamente ao tema em questão no meio esportivo. Alguém já viu na mídia os dirigentes de times rivais se confraternizando publicamente, dando bons exemplos e abominando de maneira veemente tal tipo de comportamento?

Alguém já viu os jogadores de times rivais tomando esta mesma atitude? Aliás, há uns tempos atrás, tinha um jogador que sentia orgulho de ser chamdo de animal!…Na verdade o que a gente vê é uma verdadeira guerra nos campos, nos bastidores, nos butecos, nas ruas, na cidade… Nos estádios, os coliseus do século XX, durante os jogos, o que se vê, além das agressões verbais que vão de macaco, viado a termos de baixíssimo calão, é uma enxurrada de murros e pescoções e, algumas das vezes, jogadores saindo do campo direto para a cadeia! Com certeza, estas cenas servem de modelo para as torcidas malucas e descontroladas, que acabam assassinando friamente algum desafeto mais entusiasmado ou mesmo quem não tem nada  a ver com o assunto.  

Em sua essência, não tenho nada contra o futebol e muito menos contra os torcedores que se portam como seres humanos inteligentes e têm o futebol como uma fonte sadia de diversão. O problema está na alta cúpula dirigente dos times que, de olho nos cifrões, não dá exemplo, nos jogadores que insistem em agredir e distribuir sopapos no campo durante os jogos, no fanatismo nazista das torcidas (des)organizadas e no sistema de policiamento que não age com eficácia para coibir baderna e tragédias evitáveis. Saudades dos tempos do Pelé e do Mané onde o futebol era de fato arte e um momento único de confraternizão e diversão!…Fico me perguntado onde vamos parar…

DEMISSÃO DO ZICO: A FALTA DE ÉTICA DO OLIMPIACOS

Muito interessante o “case” da demissão do Zico do Olimpiacos da Grécia. Apesar de ser considerado um ídolo do futebol, não só no Brasil mas também no mundo, ele foi vitimado pelo “facão” do patronato, tão comum na vida do proletariado. O que chama mais a atenção é a causa e a maneira como foi demitido. A causa: incompetência; o time vinha perdendo várias partidas e foi eliminado na primeira fase do campeonato grego. A maneira:  Zico soube da sua demissão lendo o site do Olimpiacos, depois recebeu na sua casa, em Atenas, a visita de um Oficial de Justiça com a notificação oficial do clube.  Tomar conhecimento de demissão através de site e depois ser comunicado por um Oficial de Justiça???  Parece caso de polícia! Imaginem o impacto negativo no moral da equipe? Creio que o Olimpiacos precise de uma Consultoria em Gestão com Pessoas para aprender estratégias éticas para demissão de um colaborador. E que colaborador! …