FUNDAMENTALISMO TUPINIQUIM

É terrível acompanhar pelos noticiários a barbárie que tomou conta dos presídios brasileiros! As notícias e as imagens de corpos mutilados são muito traumatizantes! Fico me perguntando, a que ponto chegamos como seres humanos?
bruno_Como se isto não bastasse, surge uma declaração absurda do ex-ocupante da Secretaria da Juventude da Presidência da República, Bruno Júlio, felizmente defenestrado após a declaração: “Eu sou meio coxinha sobre isso. Sou filho de polícia, não é? Sou meio coxinha. Tinha era que matar mais. Tinha que fazer uma chacina por semana.” Parece que a febre nazi-facista de extrema direita do Deputado Bolsonaro está fazendo escola. Interessante observar que, segundo o site G1 da Globo.com, este figurão já tinha uma ficha muito complicada na polícia: foi acusado de lesão corporal pela própria mulher em abril de 2016 em Belo Horizonte, de agredir com socos, tapas, chutes e puxões de cabelo uma mulher com quem tinha uma relação estável em 2014 e, como se não bastasse, de assédio sexual por uma ex-funcionária. A pergunta que não quer se calar é: como deixaram um figurão como este chegar a ocupar um cargo de tão alta instância? Observem o título do cargo: Secretaria da Juventude da Presidência da República! Coitados dos nossos jovens! Se realmente nossa Justiça funcionasse, ele já estaria há algum tempo na cadeia. É triste, mas é verdade!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: