ACHACADORES: VALE A PENA PENSAR E REPENSAR NA HORA DE VOTAR

Segundo o dicionário Caldas Aulete, achacador é aquele que constrange ou extorque dinheiro de alguém. Outro dicionário, o On-Line, conceitua o mesmo termo como ladrão e vigarista e autoridade que recebe dinheiro de gatunos. Neste caso, pergunta-se quem são os gatunos…
CID GOMESCiente do significado altamente depreciativo e das implicações por rotular alguém com este termo ao vivo e a cores, principalmente autoridades, o agora Ex-Ministro da Educação Cid Gomes chamou os Deputados da base aliada de achacadores, em uma palestra para estudantes da Universidade Federal do Pará, no dia 27/02/15. Em resposta, o Presidente da Câmara Eduardo Cunha chamou o Ministro (da Educação!) de “mal-educado”. Orientado pela Presidente da República a ir ao Congresso Nacional para pedir desculpa aos nobres Deputados, Cid Gomes foi e não só reforçou a acusação, mas ainda apontou o dedo para o Presidente da Câmara dizendo em alto e bom tom preferir ser chamado de mal-educado do que ser acusado de achaque, acusação que ele, o Presidente, é alvo em uma lista divulgada pela Procuradoria Geral do Estado. Logo depois, o Ministro abandonou o Congresso e entregou seu pedido de demissão para a Presidente da República. A Pátria Educadora perdeu seu Ministro mal-educado…
O ocorrido mais uma vez vem a demonstrar a grave crise de liderança que estamos vivendo em nosso Estado. Por um lado temos uma Presidente acossada e sem carisma que não consegue escolher de maneira adequada nem os seus liderados nem os seus aliados, O Ex-Ministro Cid Gomes ficou menos de três meses no cargo, o fogo amigo surge de todos os lados. Por outro lado, temos um grupo de políticos da base aliada sendo acusado de recebimento de propinas, em uma lista amplamente divulgada. Os Presidentes da Câmara e do Senado aparecem entre os acusados. Mediante tal fato, algumas hipóteses merecem ser analisadas.cunha e calheiros
Hipótese 1: Os Deputados da base aliada não são achacadores, o Ex-Ministro errou fundo no seu discurso inflamado. Neste caso, além de ser demitido do cargo, ele deveria ser punido por calúnia e difamação, de forma exemplar. Pena, conforme reza a lei: seis meses a dois anos de reclusão e multa para aprender a ter mais cuidado com o que fala.
Hipótese 2: Os deputados da base aliada são achacadores, o Ex-Ministro foi verdadeiro no seu discurso inflamado. Neste caso, além de apoiar seu Ministro, a Presidente deveria ter mudado radicalmente sua relação com os políticos aliados. E ainda mais, os achacadores deveriam ser punidos pelo ato de improbidade. Pena, conforme reza a lei: perda de bens obtidos ilicitamente, ressarcimento dos danos materiais, perda da função pública, 8 a 10 anos de suspensão de direitos políticos, multa até o triplo do aumento patrimonial e proibição de contratar com o poder público por dez anos.
Enfim, o Ex-Ministro é uma arauto da verdade ou um mentiroso cheio de vaidade? Os Deputados são íntegros representantes do povo ou achacadores, viciados na improbidade? Pelo visto esta é uma resposta que vai ficar para a posteridade. O fato é que o Ministro perdeu o cargo e não vai pagar pelo seu ato, os Deputados continuam nos seus cargos e não vão ser penalizados e a Presidente continua seu governo mancomunada com sua base aliada.
Ir para as ruas protestar é um caminho, mas a melhor saída é aprender a lição e pensar e repensar bastante na hora de votar. Daqui há quatro anos uma nova oportunidade vai chegar…
bandeira voto

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: