BRASIL, PÁTRIA EDUCADORA: ENTRE O DISCURSO E A PRÁTICA

DILMA 2Em seu discurso de posse em 1º de janeiro de 2015, a presidente Dilma lançou o slogan para o seu segundo mandato: Brasil, pátria educadora, comprometendo-se a dar mais importância à educação e nos trazer um País mais feliz, justo e equalitário. Confesso que me senti um pouco mais confortado quando ouvi a sua fala. Quem sabe algo de bom poderia surgir, amenizando a frustração generalizada. Infelizmente, parece que a luz não surgiu, o discurso não se traduziu em prática. Vejamos os fatos.
Por Decreto Presidencial, o orçamento de 2015 para a área de educação sofreu um corte de 587 milhões de reais, cerca de 49 milhões mês, caindo de 1,761 milhões para 1,174 milhões, uma redução de 33% do total. A educação foi a pasta mais afetada com o corte das verbas que seriam disponibilizadas. Enquanto isto, pipocam na mídia as notícias de greves de professores pelos Estados e salários atrasados, falta de transporte escolar, escolas em condições precárias, sem teto, sem banheiros e até sem cadeiras para os alunos estudarem sentados.
Como se isto não bastasse, outras medidas preocupantes ainda foram tomadas.
Os alunos do FIES/PROUNI sofrem com as novas regras implantadas. Pelos menos 530 mil vão ficar fora do sistema, sem contar aqueles que não vão conseguir os 450 pontos mínimos requeridos nas provas do ENEM a serem aplicadas. Provavelmente estes alunos excluídos do sistema são justamente aqueles que pertencem às classes menos favorecidas que não têm condições de frequentar as escolas de melhor qualidade, privilégio das classes mais abastadas.FIES
As Universidades Federais tiveram um terço dos seus recursos financeiros bloqueados. Falta dinheiro para pagamento dos serviços terceirizados e para os programas estudantis implantados. Aqui em Minas Gerais, a UFMG teve que suspender o pagamento de água e luz por causa do corte das verbas disponibilizadas. Servidores federais já ameaçam entrar em greve, paralisando os serviços essenciais.
O maior problema é que a educação não é a única a ser atingida, de forma isolada. Outros problemas graves rondam a nossa casa. A corrupção parece se alastrar de forma descontrolada; até os Presidentes do Congresso Nacional são acusados. Os impostos e o óleo diesel aumentam de preço, greve caminhoneirosos caminhoneiros fazem greve e bloqueiam as estradas. As tarifas de transporte público aumentam o preço e o povão fica ainda mais sacrificado. O desemprego começa a subir, a recessão dá sinais de ser acordada, os jornais divulgam notícias de demissões em massa. DEMISSÃO MONTADORAS
Em meio a tanta confusão, a mídia monopolizante, novelesca e elitista e os ativistas aproveitam para colocar mais lenha na fogueira e tomar atitudes exaltadas. O “Fora Dilma”, alavancado pelos Big Brothers da Globo e seus associados, convoca o povão para uma manifestação pública que até já tem data marcada, o dia 15 de março. O grito das ruas ameaça voltar e transformar o País numa anarquia generalizada.
Penso que precisamos ser prudentes para não tomarmos atitudes precipitadas. No dia 15 de novembro passado, 54 milhões de brasileiros, de forma livre e democrática, decidiram que a Presidente Dilma tinha sido escolhida para dar continuidade ao seu mandato. É um número muito significativo e não pode ser desprezado. Assim funciona a democracia e temos que aguentar. Possivelmente, aqueles que votaram nela continuam acreditando nela e vão usar com força desta crença para manter o status. Além disto, a queda da Presidente, até que as coisas se organizem de novo, vai gerar um imenso vácuo, sem contar que o novo ocupante do cargo deverá ser o vice Temer (temer?!, qualquer semelhança é mera coincidência…), um pemedebista da mesma linhagem do Sarney e do Calheiros, que já anda sonhando com o cargo e, com certeza, não fará as coisas melhorarem.
Ruim com a Dilma, pior sem ela! Minha esperança é que um dia os brasileiros aprendam a votar…

    • Maria Luisa
    • 7 março, 2015

    Meu querido… Pela 145378 vez na vida você me pôs a pensar….

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: