A QUESTÃO DO ESTUPRO E A PESQUISA DO IPEA

ESTUPROO Instituto de Pesquisas Aplicadas – IPEA, órgão público federal, divulgou recentemente e de maneira  equivocada o resultado de uma pesquisa direcionada a 3.810 pessoas, afirmando que 65,1 % dos entrevistados concordava inteiramente ou parcialmente  com a afirmativa “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. Pouco tempo depois assumiu o erro e apresentou um novo número de 26%, erro este que custou o cargo de seu diretor, que foi exonerado. O resultado oficial foi novamente divulgado conforme a seguir:

Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas (Em %):
13,2% concordam totalmente
12,8% concordam parcialmente
3,4% são neutros
58,4% discordam totalmente
11,6% discordam parcialmente

Deixando de lado a questão do erro crasso cometido pela instituição, o novo resultado divulgado continua extremamente preocupante. Observando os resultados, podemos concluir que o montante dos que não discordam totalmente é de 41,6% , ou seja, cerca de 1.584 entrevistados, de alguma forma, acham normal que uma mulher seja estuprada por estar mostrando o corpo!

O que é isso minha gente?! Este resultado continua da mesma forma muito assustador! Afinal, o que é mostrar o corpo? Será que todas as mulheres que frequentam as nossas praias, piscinas, desfiles de moda, festas de gala ou mesmo que desfilam pelas ruas num dia de verão merecem ser violentadas?

É lógico que as esposas, filhas e  irmãs destes cidadãos de alguma forma ou em algum lugar acabam mostrando o corpo, conforme questionou a pesquisa. Gostaria de perguntar a eles se elas também merecem ser atacadas! O mais interessante é que estes cidadãos são os mesmos que se dizem respeitáveis e superlotam as  assembleias e as igrejas batendo a mão no peito e dizendo-se cristãos, tementes a Deus e pregadores do amor ao próximo…

Evidentemente, não estamos aqui, de maneira nenhuma, fazendo apologia à banalização da sexualidade e do corpo da mulher. Muito pelo contrário, acreditamos que as mulheres precisam sim se autovalorizar, manter a postura e um certo pudor. No entanto, não podemos deixar de discordar e questionar fortemente o instinto animalesco de machos descontrolados, motivo de vergonha para a nossa sociedade.

Abaixo o instinto animalesco e o puritanismo exacerbado!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: