A QUESTÃO DO ABORTO

Independentemente das questões politico-partidárias e religiosoas envolvidas sobre o assunto e do “disse-não-disse” de uma certa candidata a Presidência da República, vejo que precisamos mesmo é de pessoas a favor da vida, e que abracem a causa de forma irrestrita e incondicional e, ao nível de governança, de maneira competente e racional. O Diagrama de Ishikawa, a famosa “Espinha de Peixe” pode tratar de maneira adequada a questão. A pergunta que deve ser feita, envolvendo de maneira intensa todos os atores sociais, é: Por que certas mulheres grávidas praticam o aborto? Respondida à pergunta, identificada a causa fundamental, o próximo passo é atacar o problema, a causa-raiz,  com foco e objetividade!

Um Plano de Ação 5W2H bem estruturado, resolve o problema: : O que deve ser feito? Por que deve ser feito? Quem, quando, onde e como o fará? Qual o custo disto?

O que precisamos de fato é deixar a incompetência  de lado. A legalização do aborto e o credenciamento de intituições de saúde para praticá-lo representa a admissão irresponsável do fracasso, do não à vida! Já que não podemos impedir o assassinato de crianças no útero materno, vamos então legalizá-lo???!… Acorda Brasil!

Seria muito bom se nossos políticos e governantes tivessem sentado ou voltasem para os bancos das boas faculdades para estudar Gestão Estratégica da Qualidade…O povo brasileiro e o renomado Professor Falconi agradeceriam…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: